11 4729-6565
Acompanhe-nos nas redes sociais:
11 4729-6565
Como chegar

Linha Honda 2018

Consórcio
Conheça as condições
Acessórios
Faça o seu pedido
Oficina Honda
Faça o seu
agendamento
Seminovos
Veja as opções

Notícias

12/04/2018
HONDA PREPARA WR-V 1.5 TURBO COM ATÉ 211 CV!
Marca japonesa desenvolveu o modelo para ser Pace-Car da Indy no Brasil O lançamento era do novo Civic Si e o cenário, o belíssimo Autódromo Velo Città. Em ocasiões como essa, um modelo de porte semelhante é eleito para carro-madrinha, ditando o ritmo à frente da fila. Eis que surge, com um belo ronco esportivo, um exclusivo e preparado WR-V Turbo. Isso mesmo, um WR-V Turbo! A surpresa geral tem uma justificativa. Assim como nos anos anteriores, a Honda prepara um carro para ser o Pace-Car da etapa de Fórmula Indy no Brasil. O que não rolou nesta história foi a corrida, mas isso não impediu o nascimento desta criatura. A começar pelo visual, o WR-V Turbo preparado pela Honda tem várias personalizações exclusivas. A pintura vermelha é um mero coadjuvante diante das faixas em branco e preto que percorrem a lateral. A grade dianteira ganhou pintura em tom grafite, assim como a moldura inferior do para-choque. O teto e as barras laterais receberam pintura preta. Na traseira, um aerofólio contribui na aerodinâmica. O visual mais invocado também é evidenciado pelo novo ajuste de suspensão, que deixou o carro bem mais baixo. As rodas de 17 polegadas, também com pintura na cor grafite, são calçadas com pneus 215/45 R17 ExtremeContact da Continental. Os freios também foram redimensionados, com discos maiores tanto na dianteira como na traseira. O sistema de escape foi alterado para dar mais vazão, o que, de quebra, conferiu um ronco mais grave. Mas é debaixo do capô que está a cereja do bolo. O motor utilizado foi o conhecido 1.5 16V que originalmente entrega até 116 cv de potência com etanol, que com a adição de um turbo ganhou 50 cv adicionais. Já o torque passou de 15,3 kgfm para 19,4 kgfm, gerenciado por um câmbio manual de cinco marchas que não existe no WR-V "civil" (apenas no Fit). Mas não é só isso. Segundo a Honda, esta é uma configuração amansada apenas para esta atividade de lançamento do Civic Si, pois o projeto original do WR-V como Pace Car é entregar 211 cv apenas aumentando a pressão do turbo.  Para completar, a única mudança na parte interna foram os bancos tipo concha de competição da Sparco com cinto de segurança de quatro pontos.  Em 2012, a Honda preparou o Civic Pace Car Indy 300. Na ocasião, o sedã médio recebeu turbo em seu motor original 1.8 16V de 140 cv de potência e passou a entregar generosos 270 cv. Suspensão, freios e bancos esportivos também faziam parte do pacote. Em 2014 foi a vez do Fit receber um turbocompressor no motor 1.5 i-VTEC original. Como resultado, a potência máxima foi ampliada para 221 cv a 6.200 rpm enquanto o torque passou para 26 kgfm a 6.000 rpm, abastecido com etanol. Fonte: www.motor1.uol.com.br
Ler mais
12/04/2018
Novo Honda Civic Si 1.5 turbo chega ao mercado na carroceria cupê de duas portas por R$ 159.900
De Mogi Guaçu (SP) - Se você tem vontade de comprar um carro esportivo, mas a grana está curta para pagar por um modelo com potência acima dos 300cv, a Honda traz de volta ao mercado brasileiro o Civic Si, que pode ser visto como uma “opção divertida”. O cupê de duas portas é equipado com motor 1.5 turbo de 208cv, apenas dois cavalos a mais do que a geração anterior, e conta ainda com câmbio manual de seis marchas, numa configuração jamais vista em sua história. O novo Honda Civic Si chega ao mercado por R$ 159.900, mas o primeiro lote com 60 unidades já foi vendido. Se você quiser um exemplar, terá que esperar um pouco mais. Afirmar que o Honda Civic Si é um esportivo autêntico é um pouco complicado, pois vai depender muito do ponto de vista de cada um. Se considerarmos que temos no mercado modelos com potências que superam os 400cv, chamar de esportivo um cupê de 208cv pode parecer exagero. O problema é que os carros mais potentes são também bem mais caros, como é o caso do Chevrolet Camaro, de 461cv e R$ 310 mil, e o Ford Mustang, de 466cv e R$ 299.900. Existem opções um pouco mais em conta, como o BMW Série 3 M Sport, com motor de 245cv, e que custa R$ 259.950. A Honda não define ao certo quais são os concorrentes do novo Civic Si, mas afirma que o modelo “foi desenvolvido para os entusiastas do dia a dia e que chega para oferecer a mais pura experiência de pilotagem esportiva”. Em termos práticos, o Civic Si segue as linhas da 10ª geração do sedã, mas por ter carroceria cupê de duas portas e proposta esportiva, apresenta algumas diferenças. A dianteira traz uma grade pintada em preto, com largas tomadas de ar no para-choque e faróis full LED. As rodas são de liga leve de 18 polegadas, com 10 raios e acabamento em dois tons, calçadas com pneus de perfil baixo 235/40. Na traseira, os destaques são o aerofólio elevado (de gosto questionável), a barra de LED horizontal e escapamento central com formato poligonal e acabamento cromado. Por dentro, a esportividade está nos bancos dianteiros em formato de concha, com o logotipo da versão e costura vermelha, presente também nas portas, volante e na coifa do câmbio, que tem alavanca de alumínio. Para completar o visual, a iluminação do painel em TFT e dos comandos internos é vermelha, os pedais são de alumínio e o friso do painel de instrumentos tem acabamento Dry Metal Carbon. TURBO Este é o primeiro Honda Civic Si equipado com motor turbo. Trata-se de um quatro-cilindros 1.5 com injeção direta de combustível e duplo comando de válvulas variáveis no cabeçote (Dual VTC).A transmissão é manual de seis marchas, com alavanca de curso curto e engates precisos. O motor desenvolve potência máxima de 208cv a 5.700rpm e torque de 26,5kgfm a 2.100rpm, e é mantido em 70% da faixa de rotação do motor. O novo Si tem a carroceria mais leve e 25% mais rígida do que a da geração anterior. A direção é elétrica e as suspensões são McPherson na dianteira e Mult-link na traseira, com amortecedores adaptativos e um ajuste mais rígido, para favorecer a “esportividade”. A tração é dianteira, mas o modelo conta com diferencial de deslizamento limitado. Outra novidade no Civic Si são os dois modos de condução: o conforto, que deixa o carro mais manso para rodar no dia a dia, e o Sport, que pode ser acionado por meio de uma tecla localizada no console central, alterando os parâmetros das suspensões, que ficam mais rígidas, do acelerador, com respostas rápidas, e da assistência de direção, que fica mais pesada. No modo conforto, os amortecedores operam de forma mais suave, a direção fica mais leve e as respostas do acelerador não são tão diretas. NA PISTA Dirigimos o novo Civic Si no autódromo Velo Città, no interior paulista, e lá foi possível perceber que se o cupê não é um esportivo na essência, é no mínimo um carro muito divertido de dirigir. Com seus 208cv e bom arrasto aerodinâmico, o modelo é esperto nas arrancadas e retomadas de velocidade. O câmbio manual de seis marchas deixa a condução ainda mais prazerosa, com engates precisos. O motorista pode ver no painel de instrumentos informações como a pressão do turbo e o nível de aceleração. O cupê é muito agarrado ao chão e responde bem às acelerações. Com o controle de tração acionado, ele não escapa nem de frente e nem de traseira nas curvas. É só acelerar e se divertir. Mas não espere velocidade final nas alturas e nem 0 a 100km/h muito baixo. A Honda informa que nas medições internas o cupê acelerou até 100km/h em 7,7 segundos, tendo o tanque cheio e o peso de 140 quilos, que corresponde a duas pessoas. A lista de equipamentos do Civic Si inclui freio de estacionamento eletrônico, ar-condicionado digital de duas zonas, sensor de chuva, sistema multimídia com tela de sete polegadas sensível ao toque, integrada aos sistemas Apple CarPlay e Android Auto, câmera de ré e sistema de áudio de 450 watts, com 10 alto-falantes. No quesito segurança, destaque para os freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, o VSA (controle de tração e estabilidade) e o Agile Handling Assist, que ajuda a manter o carro em sua trajetória. O Civic Si já está a venda no Brasil em versão única, com quatro opções de cores: branco, preto, vermelho e azul. São três anos de garantia, sem limite de quilometragem. Fonte: www.estadodeminas.vrum.com.br
Ler mais
Veja toda as notícias
Honda
Mogi
Rua Basílio Batalha, 297
Vila Vitória - 08730-090
Honda
Arujá
Rua Jurandir Sanches Maiolino, 21
Vila Pedroso - 07434-310